Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MORE Health

Decide declarar guerra aos quilos a mais e por isso, a partir de agora, vou apostar cada vez mais numa vida mais saudável. E este blog, vai ser uma espécie de diário, onde irei mostrar o que vou fazer para ter...

Decide declarar guerra aos quilos a mais e por isso, a partir de agora, vou apostar cada vez mais numa vida mais saudável. E este blog, vai ser uma espécie de diário, onde irei mostrar o que vou fazer para ter...

MORE Health

07
Set17

Experimentei e... gostei! | Papas de Aveia

António do Ó

 

A primeira vez que experimentei as Papas de Aveia, a minha primeira reação foi assim-assim, como bem podem ver no post que foi publicado no MORE. No entanto, desde aquela primeira experiência até aos dias de hoje, a minha opinião foi mudando. Acabei por descobrir que realmente gosto daquilo. É bom! E é um excelente pequeno almoço. Tão bom que me deixa bastante saciado, o que acaba por ser fundamental para mim. Tenho já comido com banana e canela, com pêssego, nectarina e em breve, irei experimentar com outras frutas e outras receitas. Mas quando isso acontecer, eu irei partilhar com vocês essas novas experiências...

 

E quem é que aqui, já se tornou fã das Papas de Aveia?

05
Set17

Experimentei e... gostei! | Manteiga de Amêndoa

António do Ó

20170903_124138.jpg

 

Quem é que já teve a oportunidade de experimentar a Manteiga de Amêndoa? Eu já tive essa oportunidade e devo confessar que experimentei e... gostei! Claro que não é tão bom quanto a Nutella - e essa está já riscada (para sempre!) da minha lista de compras - mas é boa! É agradável! Dá-me força, quando preciso de ter uma força extra ao longo do dia. Coloco uma colher da manteiga em uma tosta de arroz, ou então numa fatia de pão de centeio, ou então levo a colher mesmo à boca e isso é o suficiente para eu sentir as minhas energias renovadas. Experimentem!!

 

Curiosamente, quando sugeriram que eu comprasse essa manteiga, fiquei logo com um pé atrás, pois já antes eu tinha experimentado a Manteiga de Amendoim, manteiga essa que a minha irmã é fã, mas eu não gosto mesmo nada dela. E como a de amendoim deixou-me sempre com um sabor amargo na boca, tive receio que com essa de Amêndoa, fosse acontecer o mesmo, mas não! Eu gostei! Claro que não é uma coisa que eu como sempre, mas está agora sempre no meu armário, para os dias em que eu precise dela.

04
Set17

Plano Alimentar da semana

António do Ó

20170903_115239.jpg

 

Começou uma nova semana e o meu plano alimentar está já escarrapachado em formato A3, na porta do meu frigorífico. Esta foi a forma que eu arranjei para conseguir seguir à risca, o plano alimentar fornecido pela minha nutricionista. Tanto a despensa como o frigorífico, estão só com coisas que eu irei precisar ao longo desta semana, como iogurtes naturais, gelatina, fruta, alfaces e legumes, etc. Enfim! Tudo o que eu preciso para manter uma alimentação saudável e o plano ajuda para eu não recorrer às tentações de última hora. Espero que esta semana corra tudo direitinho e... boa sorte para mim!!

 

Quem mais é que recorre a esse processo de colocar o plano alimentar da semana, agarrado à porta do frigorífico?

04
Set17

Desafio | Um pouco sobre mim...

António do Ó

E ontem, sem que eu estivesse à espera, fui desafiado pelo P.P. a responder algumas questões, para que todos aqui ficassem a saber um pouco mais sobre mim. E eu como adoro desafios e não sou de virar costas a eles, resolvi dedicar algum do meu tempo a responder a essas 10 questões:

About Me.jpeg

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolherias? Sei lá! Apesar do século XXI estar a ser marcado pelo terror, eu mesmo assim acho que preferia ficar pelo século XXI. Mas como é feio recusar um presente, ainda mais tratando-se de uma viagem, eu iria visitar os dinossauros. Sim! Gosto imenso dos dinossauros e não me importava de passar com eles uns dias, desde que, ninguém me quisesse comer...


2 - Um filme que te arrependes de ter visto? Eu gosto muito de cinema e houve uma altura da minha vida, em que eu ia ao cinema todos os dias e por isso, chegava a haver semanas em que eu via todos os filmes que estavam em exibição nas salas de Lisboa. E foi por essa altura que eu fui ao encontro daquele que para mim, nem sequer se pode ser chamado de filme. Estou a falar dos "Os Aristocratas" de 2005, que é horrível! Foi duro ver o filme e foi também a primeira vez em que saí de uma sala de cinema sem ter visto o filme todo até ao fim. O filme centra-se numa private-joke contada entre comediantes, mas de piada, eu não encontrei nada. Não recomendo!!


3 - Fotografar ou ser fotografado? Fotografar. Odeio ser fotografado e odeio ainda mais quando familiares me tiram fotos, para depois colocarem sem a minha permissão nos seus facebooks. Odeio!! Já fotografar (paisagens) eu gosto muito. Não tenho é nenhuma máquina de fotografar daquelas profissionais e apenas uso o meu samsung para tirar fotos.


4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual seria o título do último post? Não sei se a ideia de apagar me agrada. No passado já tive outros blogs que resolvi apagar do mapa, mas rapidamente arrependi-me dessa decisão, pois acabei por perder imensas coisas, imensos textos que gostaria de ter guardado para mim. Mas se tivesse uma arma apontada à cabeça e fosse realmente obrigado a clicar no botão "apagar", acho que o título do meu último posto seria: "Até breve!!" Pois muito provavelmente eu voltaria, renascido das cinzas.


5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo? Esta é difícil, até porque eu não compreendo muito o conceito de ídolo. Tenho um certo fascínio sim por algumas pessoas. Fascínio que vem desde os tempos em que eu era criança até aos dias de hoje. Sou fascinado pela Madonna, adoro-a, e adoraria ainda mais se um dia desses cruzasse-me com ela pelas ruas de Lisboa. Mas por outro lado, tenho ainda um enorme fascínio e admiração pelo Ricky Martin. Esses dois serão sempre eternos no meu coração.


6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar? Sem dúvida alguma que escolheria o jantar. Discoteca até de madrugada não é para mim. Mil vezes um jantar, cheio de coisas boas para comer e muito tempo para meter a conversa em dia.


7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]? "Não tens que perdoar". E essa frase foi dita pela minha psicóloga há uns anos atrás. Frase essa que ainda hoje está bem marcada na minha memória e que fez com que eu começasse a olhar o meu mundo de outra forma.


8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir? Ouço rádio por falta de opção. O meu carro não tem nem entrada USB, nem ligação ao bluetooth e por isso, como não posso ouvir a música que eu quero, ouço rádio e às vezes desespero com ela.


9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias? Não sei responder a essa questão! Muito sinceramente eu não sei! Vou pensar mais um pouco numa resposta e depois posso vir aqui atualizar este post.


10 - Se pudesses conhecer mais alguém da blogosfera, através deste método, quem desafiarias? Ui!! Essa também é difícil, pois quem eu podia desafiar, já respondeu ao desafio. Por isso... Bem, vou desafiar A Mulher que Ama Livros. Desculpa Cláudia! Provavelmente já deves ter respondido a esse desafio mas...

03
Set17

Fitness Playlist (#2)

António do Ó

Nunca fui grande fã da jovem Taylor Swift mas acho que isso vai mudar. Agora que a velha Taylor Swift morreu e uma nova está aí com toda a garra, eu acho que sou bem capaz de virar fã desta nova era da Taylor Swift. E isto porque fiquei fascinado com a sua nova música. "Look What You Made Me Do" é já uma música que toca vezes sem parar no meu telemóvel e claro, já faz parte da minha banda sonora quando estou a praticar exercício. Adoro a música, adoro o videoclip e por isso, como não podia deixar de ser, partilho com vocês o maravilhoso vídeo, onde ela sem dó nem piedade, dá cabo de todas as 'velhas' Taylor Swift.

 

 

E... serei eu o único a gostar desta nova Taylor?

03
Set17

120

António do Ó

bathroom-scale-and-tape-measure_rFrPzapEs.jpg

 

Não sei se é bom, não sei se é mau. O que sei é que desde a ultima vez que fui à balança, o meu peso manteve-se. Hoje, tal como tinha combinado - de ir á balança todos os domingos logo pela manha - o meu peso estava a 120Kg. Não houve alterações, se bem que eu gostaria que houvessem. Mas só o facto de nestes dias não ter aumentado de peso, já me deixa mais animado. Vou dia após dias, continuar com essa guerra aos quilos a mais, e no próximo domingo, cá estarei com o resultado de uma nova pesagem...

02
Set17

Incrível! Já não sei fazer sopa!

António do Ó

Bem! Eu na verdade até sei fazer sopa, pois até acho que isso é a coisa mais fácil de se fazer numa cozinha. Diria até que uma criança, caso ela realmente gostasse de sopa, seria bem capaz de fazer uma sopinha à maneira. Então se sei fazer sopa, porque o título "Já não sei fazer sopa!"? Eu explico...

 

Faz hoje precisamente uma semana que a minha Bimby resolveu avariar. Sim! Eu sou adepto ferrenho da Bimby e posso até dizer que já não sei viver sem ela. Para muitas coisas ela é super prática e para fazer sopa dá imenso jeito. Só que agora, com ela avariada, como é que eu faço a sopa?

 

A minha Bimby já está com um pouco mais de cinco anos e nunca tive problemas com ela. No entanto, de há uns tempos para cá, andavamos a verificar que ela não andava muito bem. O ponteiro de seleção da velocidade andava estranho e a própria potencia da maquina andava estranha e mais fraca. Já todos aqui em casa tínhamos reparado nisso mas ninguém resolveu tomar uma decisão e agora, na semana passada, enquanto desfiávamos um frango, a máquina simplesmente deu o berro. Oh meu Deus!! Levamos todos a mão à cabeça! O que faríamos nós sem a preciosa Bimby? Como é que iríamos sobreviver sem ela? Enfim... Avariada ela está, de todo! O problema agora é que ainda ninguém teve tempo para leva-la ao técnico e saber qual o valor do arranjo. E calculamos nós, de que o valor irá ser um pouco alto e por isso, já estamos a colocar a hipótese de adquirir uma nova Bimby, da última geração. Mas enquanto não tomamos essa decisão, o que fazemos? E é agora que volto ao assunto: sopa.

 

Desde que tenho a Bimby, nunca mais fiz sopa na panela e no fogão. Já nem sei o que isso é. Com a Bimby, é só colocar lá todos os legumes que ela faz tudo. Sem a Bimby, não há sopa! E eu até podia voltar ao método tradicional, pegando nas panelas, acendendo o lume do fogão mas... como é que depois eu triturava a sopa? É que com a Bimby, quem é que precisa de ter uma varinha mágica em casa? Eu não tenho! E sem isso, como é que eu posso fazer uma sopa no modo tradicional? Não posso! Por isso, agora que com esta nova fase da minha vida, eu tenho apostado em fazer algumas sopas para a minha refeição, fiquei tramado pois agora não tenho como fazê-las. Aiiii esta minha vida!!

 

Em breve terei que arranjar uma solução rápida. Pois muita dor de cabeça esta falta da Bimby me esta a provocar. Como é que eu trituro cebola? Como é que eu faço um smoothe? Como é que eu cozinho a vapor? Como é que eu trituro frutos secos? Enfim... esta vida está dificil!

 

E quem é que aqui é fã da Bimby como eu??

31
Ago17

Experimentei e... não gostei! | Queijo Quark

António do Ó

Uma das coisas que já experimentei e não gostei, foi isso aqui:

 

 

Para falar a verdade, eu detestei o sabor azedo do Queijo Quark e apesar de ter colegas que estão sempre a dizer-me que eu devia dar uma segunda oportunidade a ele, a verdade é que estou um pouco receoso em pensar nisso. A experiência com o quark foi tão má, que para já, não quero ouvir falar mais dele, mas para quem ainda não teve conhecimento dessa minha experiência gastronómica, pode saber mais através do post que foi publicado no MORE.

30
Ago17

Relógio ou simples pulseira?

António do Ó

No dia em que entrei na Decathlon e comprei a balança, uns novos ténis, novas t-shirts e uma bolsinha para o telemóvel, assim por impulso - e por norma, as compras por impulso nunca dão certo, - eu acabei por comprar ainda uma Pulseira Conectada ONCoach 100 e... que coisa é essa? Bem! Eu próprio ainda não sei bem o que é, nem mesmo sei se será realmente útil para mim, mas enfim, estou numa fase de teste e se daqui a uns dias achar que essa pulseira não tem utilidade nenhuma, então aí, não irei hesitar em devolver. Tenho 30 dias para experimentar e depois logo se vê.

 

PULSEIRA CONECTADA ONCOACH 100 PRETO GEONAUTE.jpg

 

Para começar, para além dessa ter sido uma compra por impulso, acho que posso ainda dizer que cheguei a ser enganado pelo vendedor da loja. Ao ver uma série de relógios expostos na loja, eu tentei explicar mais ou menos ao vendedor, aquilo que pretendia. O que eu queria era acima de tudo algo barato, que fosse um relógio e que indicasse alguns dados que eu achasse necessário na hora de fazer exercício. O relógio apresentado por ele, foi esta Pulseira Conectada ONCoach 100, que foi de encontro à minha primeira condição, ser barato. O problema é que para além de ser barato, de esteticamente até ser bonita e de ficar bem no meu pulso, aquilo não é um relógio. Está longe de ser um relógio e tenho a sensação de que é apenas uma bracelete toda xpto. Eu não consigo ver horas naquele aparelho e ainda estou a tentar perceber como é que as coisas funcionam.

 

Aparentemente, essa pulseira, regista alguns dados que até chegam a ter alguma importância. Regista o número de passos, a distância percorrida, tempo de marcha e de inatividade, as calorias queimadas, o tempo e fases de sono e regista ainda outros tipos de exercício. Para quem como eu, que está no ginásio, a pulseira vai registando dados que eu até gosto de ter conhecimento. Dados esses que ficam depois todos guardados na aplicação que temos obrigatoriamente que instalar no nosso smartphone. Pois caso contrário, a pulseira não tem mesmo utilidade nenhuma. O que acontece, é que antes da pulseira, eu já tinha a aplicação Google Fit instalada no meu smartphone e aparentemente, tanto a pulseira como o Google Fit, fazem exatamente a mesma coisa. O que me leva a pensar que eu realmente não precisava dessa pulseira. Mas enfim... Como já disse, estou numa fase de experimentar e se no final, irei ficar com ela ou não, isso ainda está a ser estudado. Vou tentar testar todas as suas funcionalidades e depois ai sim, chego a uma conclusão.

 

E como por vezes é frequente eu encontrar pela rua, pessoas que têm no pulso um bracelete idêntica a essa, eu pergunto: tu por acaso tens algo do género? E tens visto utilidade nesses novos aparelhos? Gostava de saber o que vocês dizem...

29
Ago17

Consulta de Nutrição | N.º 2

António do Ó

E tal como já tinha anunciado, hoje foi dia de ir à consulta de nutrição. Foi a segunda consulta, desde que passei para as consultas da Drª. Iara Rodrigues e foi precisamente um mês depois da primeira consulta. Como já se passaram vários dias, era de se esperar alguns resultados positivos mas a verdade é que saí da consulta com um certo sabor amargo. Mas esse sabor amargo deveu-se exclusivamente a mim, ao meu mau comportamento que tenho tido nos últimos dias e que, como já era de se esperar, me fez recear experimentar a balança que está aqui bem ao meu lado, a sorrir (com um ar irónico) para mim. Mas vamos por partes.

 

Desde o dia em que descobri que estava com 119,2kg, tomei a decisão de que muita coisa na minha alimentação iria mudar. E realmente mudou. Nas primeiras semanas, eu tive um comportamento exemplar e segui à risca, todo o plano alimentar que me foi apresentado. O problema foi nestas duas últimas semanas. Sem que eu tivesse força para controlar, a coisa descambou-se e tive dias com alguns exageros. Ontem mesmo foi dia de exagero - um grande balde de pipocas com um refrigerante. Mas tirando o dia de ontem, houve também outros erros ao longo dos últimos dias. Erros que me fizeram comer em excesso e tudo porque cá em casa as coisas não têm sido fáceis gerir. Moro com mais duas pessoas (a minha mãe e irmã) e tanto uma como a outra, praticamente não me apoiam em nada nesse meu plano alimentar. Claro que elas não têm culpa das minhas descaídas, mas acreditem, para alguém que quer manter uma alimentação saudável, é complicado resistir às tentações, quando ao meu lado tenho pessoas que não param de comer coisas que eu não devia comer, tipo salgados e gelados. Mas isso é problema meu. Eu é que ainda tenho sido fraco e não consigo resistir. E quanto a isso, ainda tenho muito que trabalhar. Mas para além desse pouco apoio por parte da família, o stress constante do trabalho não ajuda em nada. Diariamente estou sob stress e isso depois faz com que assim que chegue em casa, alivie um pouco todo esse stress com alguns excessos alimentares. Enfim! Há muita coisa a mudar, muita coisa a trabalhar.

 

E se na alimentação eu infelizmente não fui um menino muito bem comportado, a nível do exercício a coisa também não correu muito bem. O meu personal trainer foi de férias durante duas semanas e eu praticamente acabei por também meter férias do ginásio. Tenho ido, com menos frequência e quando vou, não puxo tanto por mim como deveria fazer. Até nisso eu tenho andado preguiçoso e a cometer alguns erros. Erros que preciso urgentemente de eliminar.

 

E depois de já ter enunciado os erros que cometi ao longo desses últimos dias, é óbvio que o resultado da consulta não seria o esperado. Aquilo que era suposto, era eu ter conseguido perder peso e as medidas do meu tórax, do ventre, das ancas ter reduzido mas... infelizmente não foi bem isso que aconteceu. Levei nas orelhas pela nutricionista mas ela como sempre, foi super atenciosa, simpática, compreendeu a minha situação, ouviu-me, respondeu às minhas questões e claro, deu-me animo para eu não desistir. Para esquecer os erros que foram cometidos no passado e pensar agora no futuro, no amanha que pode correr muito bem tanto a nível de alimentação, como de exercício. E sim! Confesso que saí da consulta com o tal sabor amargo, por ter a prova em números, de que falhei nos meus objetivos, mas saí também com mais força, mais vontade, mais coragem para não baixar os braços e continuar a apostar numa vida mais saudável.

 

Dos 119,2, infelizmente passei para os 120. É triste dizer mas em vez de descer, subi uns quantos gramas mas... ESSA SUBIDA VAI PARAR! Escutem o que eu vós digo! Isso vai mudar e mais uma vez, eu declaro guerra aos quilos indesejados. A próxima consulta será agora no dia 14 de Setembro e até lá, tenho muito que batalhar. Mas entretanto, agora que já tenho uma balança que ainda está por estrear, a partir de domingo, irei fazer pesagens semanais, de forma a conseguir ter um melhor controle dos quilos indesejados e vou partilhar esses momentos com vocês. Até lá, desejem-me boa sorte...

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Anónimo

    ha quanto tempo foi essa compra,pois ja nao a enco...

  • António do Ó

  • P. P.

    Ignora essas atitudes. Não adianta.Espírito positi...

  • David Marinho

    Foca-te, e foca sobretudo nas coisas boas que te v...

  • António do Ó

    Obrigado pela sugestão da Demi Lovato. Não conheci...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D